Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva
Ectasia da Aorta. Pode apresentar sintomas dependendo da localização.

Ectasia da Aorta. Pode apresentar sintomas dependendo da localização.

Conforme sua localização, pode ser abdominal ou torácica e evoluir para um Aneurisma da Aorta.

A ectasia da aorta caracteriza-se por uma dilatação da artéria aorta, que é a artéria através da qual o coração bombeia o sangue por todo o corpo. Esta condição é geralmente assintomática, sendo diagnosticada, na maior parte dos casos, por acidente.

 

A ectasia da aorta pode ser abdominal ou torácica, dependendo da sua localização, e pode evoluir para um aneurisma da aorta, quando ultrapassa 50% do seu diâmetro inicial.

 

O tratamento nem sempre é necessário, mas geralmente consiste na realização de uma cirurgia, para reparação da aorta e inserção de um enxerto sintético.

 

Possíveis causas

 

Ainda não se sabe ao certo as causas que estão na origem da ectasia da aorta, mas pensa-se que pode estar relacionada com fatores genéticos e com a idade, já que o diâmetro da aorta, aumenta em algumas pessoas por volta dos 60 anos de idade.

 

Além disso, outras causas que aumentam o risco de desenvolver ectasia da aorta são sofrer de aterosclerose, hipertensão, diabetes, colesterol alto, estenose aórtica ou doenças genéticas relacionadas com o tecido conjuntivo, como Síndrome de Turner, Síndrome de Marfan ou Síndrome de Ehlers-Danlos.

 

Quais os sintomas

 

Geralmente, a ectasia da aorta é assintomática, porém, em alguns casos, pode gerar sintomas que dependem da localização da ectasia. Caso se trate de uma ectasia da aorta abdominal, a pessoa pode sentir uma ligeira pulsação na região abdominal, dor de costas e no peito.

 

No caso da ectasia torácica, podem ocorrer sintomas como tosse, dificuldade para engolir e rouquidão.

 

Em que consiste o diagnóstico

 

Na maior parte dos casos, como a estenose da aorta não causa sintomas, é descoberta acidentalmente através de um exame de diagnóstico como ecocardiograma, tomografia computadorizada ou ressonância magnética, por exemplo.

 

Como é feito o tratamento

 

O tratamento nem sempre é necessário e, em alguns casos, apenas se deve fazer uma monitoração regular, para perceber se o diâmetro da aorta aumenta de tamanho. Nestes casos, o médico pode prescrever remédios para diminuir a pressão na aorta, como anti-hipertensores ou remédios para reduzir o colesterol.

 

Porém, se o médico perceber que o diâmetro vai aumentando de tamanho ou se a pessoa tiver sintomas, pode ser necessário recorrer a uma cirurgia, que consiste na inserção de um tubo sintético na aorta.

 

 

Fonte: Tua Saúde. "Ectasia da aorta: o que é, quais os sintomas e como tratar". Autorizado sob licença CC BY-ND 3.0 BR.

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez
Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post