Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva

O Diabetes age em silêncio. A informação dá voz ao tratamento.

O Diabetes age em silêncio. A informação dá voz ao tratamento.

O principal objetivo desta delebração é alertar para o diagnóstico precoce da doenç

Dia 14 de novembro celebramos oficialmente o Dia Mundial do Diabetes. O principal objetivo desta delebração é alertar para o diagnóstico precoce da doença e mostrar que é possível controlá-la com boa alimentação, exercícios físicos e hábitos saudáveis, além de Educação em Diabetes.

 

 

• Quem sabe mais, cuida melhor:

A educação não é somente parte do tratamento do diabetes. é o próprio tratamento

 

• Educação:

O controle glicêmico adequado é fundamental na prevenção de complicações crônicas relacionadas ao diabetes.

 

• Prevenção:

O diabetes tipo 1 pode acometer crianças a partir dos seis anos de vida e atinge o pico máximo na adolescência, por volta dos 12 ou 13 anos.

 

• Controle:

Não existe cura para o diabetes, mas sim o controle. O Diabetes atinge cerca de treze milhões de brasileiros, sendo 7,6 milhões com tipo 2 (Fonte: Ministério da Saúde).

 

• Conscientização:

Conheça sobre a gravidade da doença e a importância que se deve dar a sua prevenção e controle. Espalhe conhecimento!

 

• Epidemia:

De acordo com dados da IDF (Federação Internacional do Diabetes), 537 milhões de pessoas entre 20 e 79 anos de idade têm diabetes e esse número deve aumentar para 643 milhões de pessoas até 2030.

 

• Conheça:

O diabetes é uma doença que causa a elevação do nível de glicose no organismo, podendo trazer graves consequências quando não tratada.

 

• Cuidados:

Diagnóstico precoce e tratamento constante. O diabetes não é um bicho de sete cabeças e quem sabe mais, cuida melhor. Procure seu médico endocrinologista sempre.

 

• Exercite-se!

Atividade física. Exercícios físicos regulares contribui para a manutenção dos níveis de açúcar e gordura e diminui a necessidade de insulina pelo organismo.

 

• Escolha sua saúde:

Pelo menos 30 minutos de atividade física por dia, 3 a 4 vezes por semana reduz os riscos de diabetes e ajudam a manter a glicemia e a circulação sanguínea em níveis ideais.

 

• Atitudes simples:

O diabetes pode causar uma série de doenças metabólicas que podem ser evitadas com controle glicêmico e atitudes simples, como praticar atividades físicas com calçados adequados e hábitos alimentares saudáveis.

 

• Direitos:

Todos os portadores de diabetes devem ter acesso a um tratamento digno.

 

• Não fume:

A nicotina ajuda a reduzir o calibre dos vasos sanguíneos e a agravar a insulino-resistência. além de fazer mal a todos.

 

• Perdendo peso:
Mantenha uma alimentação saudável com alimentos ricos em fibra, diminuindo a quantidade de gordura e carboidratos e as porções de cada refeição.

 

Conheça o website da campanha "Novembro Azul":

https://novembrodiabetesazul.com.br

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez

Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post