Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva

Com sua doação de sangue, você salva até 4 vidas.

Com sua doação de sangue, você salva até 4 vidas.

A doação de sangue é um ato de amor e nobreza, que salva vidas, de maneira rápida e segura.

A doação de sangue é um procedimento que dura cerca de 40 minutos e feito com o máximo de segurança.

 

O doador pode ajudar a salvar a vida de um paciente internado em estado grave. Em apenas um dia, o organismo consegue recuperar o volume do sangue doado.

 

Há situações em que a transfusão de sangue se faz indispensável para a sobrevivência da pessoa em tratamento, como em casos de cirurgias de grande porte, contenção de acidentes graves ou de doença falciforme. Esse fluido só pode ser obtido através de doação, o que ressalta a importância de os hospitais manterem os seus estoques sempre abastecidos.

 

Para ser um doador de sangue, você deve ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de 18 anos precisam de autorização dos responsáveis e os idosos a partir de 60 anos só podem doar se já realizam essa prática com regularidade. Também é preciso ter mais de 50 quilos, estar bem-alimentado e ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas.

 

Muita gente deixa de fazer a doação de sangue por medo de sofrer alguma reação ou algum tipo de complicação. Entretanto, o procedimento é totalmente seguro, já que é feito com ferramentas descartáveis e por profissionais capacitados para garantir o seu bem-estar.

 

Todos os doadores passam por uma triagem, seguida da análise dos critérios exigidos para doar sangue, além de testes laboratoriais para verificar se o material está em condições de ser usado. Após o procedimento, é recomendado fazer um pequeno lanche, evitar esforços físicos de grande intensidade, não fumar nas próximas duas horas, nem consumir bebidas alcoólicas nas 12 horas seguintes.

 

Respeitando essas orientações, você pode seguir com a sua rotina normal. Lembre-se de que doar sangue significa salvar vidas.

 


O que é Doador Universal?

 

Pessoas com o tipo sanguíneo O- podem doar sangue para todos os grupos sanguíneos: A+, A-, B+, B-, AB+, AB-, O+ e O-. É bem requisitado nos hospitais para emergência, mas só 7% da população brasileira têm essa tipagem, segundo a Fundação Pró-Sangue.

 

 

O que é Receptor Universal?

 

São os indivíduos com tipagem AB+, que não têm anticorpos no plasma. Assim, podem receber doação de sangue de todos os grupos sanguíneos, incluindo os positivos e negativos.

 

 

O que é o Fator RH?

 

O Fator Rhesus, conhecido como Rh, é uma proteína que pode ser encontrada nos glóbulos vermelhos de quem é Rh positivo. Já aqueles Rh negativos, não possuem essa proteína. O conhecimento de ambas é fundamental para uma transfusão de sangue segura.

 

 

Qual é o intervalo mínimo entre doações?

 

De acordo com Ministério da Saúde, o Brasil tem 3,3 milhões de doadores regulares de sangue. Para evitar complicações, respeita-se um intervalo mínimo entre doações de sangue total de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres.

 

Após a doação de sangue, você pode doar plaquetas depois de 30 dias. É possível doar plaquetas até 4 vezes por mês, no máximo 24 vezes por ano.

 

 

Quantas pessoas podem utilizar o meu sangue?

 

Você pode ajudar até 4 pessoas com uma doação.

 

Depois que você doa, o banco de sangue faz uma separação do seu sangue e pode dividi-lo em até 4 produtos:

 

    • Plasma + Crioprecipitado;

    • Plaquetas;

    • Hemácias.

 

 

O que é uma doação de Plaquetas por Aférese?

 

É uma doação automatizada. O sangue é retirado por uma veia do braço, passa por um circuito acoplado ao equipamento que retém apenas as plaquetas e, em seguida, os outros elementos retornam ao doador.

 

Algumas situações em que você está impedido de doar sangue:

 

    • Infecção por Doença de Chagas, HIV, Hepatite B, Hepatite C, HLTV I e II;

    • Pesa menos de 50 kg;

    • Fez tatuagem ou maquiagem definitiva há menos de 12 meses;

    • Colocou "piercing" há menos de 6 meses;

    • Visitou os EUA há menos de 30 dias;

    • Realizou extração dentária ou tratamento de canal há menos de 7 dias;

    • Fez procedimentos estéticos, como aplicação de botox e preenchimento com ácido hialurônico, há menos de 3 meses;

    • Fez endoscopia, colonoscopia e/ou cirurgia videolaparoscópica há menos de 6 meses;

    • Visitou zona endêmica de malária há menos de 1 ano. No Brasil: estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins;

    • Teve malária;

    • Teve COVID-19 há menos de 30 dias;

    • Tem diabetes e usa insulina;

    • Tem epilepsia e faz tratamento;

    • Consumiu bebida alcoólica há menos de 12 horas;

    • Está em jejum (faça refeições leves antes de doar);

    • Está grávida ou amamentando (se o parto ocorreu há menos de 12 meses);

    • Teve parto normal ou aborto há menos de 3 meses, ou 6 meses para parto cesárea;

    • Teve febre, gripe ou infecção bacteriana nos últimos 15 dias;

    • Usou medicamentos anti-inflamatórios ou ácido acetilsalicílico (AAS) há menos de 3 dias (para doação de plaquetas);

    • Vacina COVID-19 Coronavac/Butantan e Gripe: aguardar 48 horas;

    • Vacina COVID-19 da AstraZeneca/FioCruz e Pfizer: aguardar 7 dias;

    • Câncer, exceto carcinoma basocelular de pele e carcinoma in situ de colo uterino;

    • Doença sexualmente transmissível (DST) nos últimos 12 meses;

    • Faz uso de drogas ilícitas injetáveis.

 

* Algumas das recusas citadas são temporárias, isso quer dizer que, passado o período estabelecido, você poderá doar.

 

Em uma Doação de Sangue, você salva até quatro vidas. O procedimento é rápido e seguro, além de muito nobre.

 

 

Fonte: Hospital Israelita Albert Einstein. "Doação de sangue: 7 informações que você precisa saber". Conteúdo Editado. Autorizado sob licença CC BY-ND 3.0 BR.

Imagem Fotográfica: Pessoas vetor criado por freepik - br.freepik.com

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez

Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post