Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva
Trombose. Diagnóstico rápido é o mais importante.

Trombose. Diagnóstico rápido é o mais importante.

Quanto mais cedo for descoberta a doença, mais eficiente será o tratamento.

A trombose é uma doença que ocorre quando há entupimento dos vasos sanguíneos pela formação de coágulos, geralmente nos membros inferiores, ou por derrames cerebrais, entre outras razões. Ela é conhecida por aumentar o tamanho da área afetada.

 

O que muita gente não sabe é que esses coágulos, quando se soltam, obstruem a circulação do sangue no pulmão, resultando em embolia pulmonar. “É como se o sangue formasse uma ‘rolha’ no vaso sanguíneo e não deixasse o sangue circular”, explica a médica hematologista Denise Zahr.

 

A trombose apresenta sinais clássicos como inchaço, dores e rigidez nos membros inferiores, como a batata da perna, pernas e pés. Nos casos de trombose pulmonar, a pessoa sente palpitações, febre, falta de ar, dor no tórax e ansiedade.

 

Geralmente, a doença acomete pacientes em tratamento quimioterápico, doentes com longo tempo de internação, gestantes, pessoas que se submeteram à cirurgia ortopédica, assim como pacientes que sofreram derrame cerebral (Acidente Vascular Cerebral).

 

Quanto mais cedo a doença for detectada, mais o tratamento consegue reduzir danos e impedir milhares de mortes. De acordo com a hematologista Nívea Foschi, é possível evitar o óbito observando os principais fatores de risco.

 

O tempo do diagnóstico é o mais importante quando estamos falando de trombose. Quanto mais cedo detectarmos a doença, o tratamento com medicamentos anticoagulantes já consegue reduzir danos e impedir milhares de mortes”, explica.

 

Histórico Familiar

 

Pacientes com história de familiar trombótico, com rotina de viagens prolongadas de avião, distúrbios hematológicos, idosos com mais de 80 anos, pacientes com arteriosclerose, obesos e fumantes também estão entre o grupo de risco.

 

Para prevenir, é importante realizar caminhadas e exercícios físicos regularmente, seguir uma dieta equilibrada, evitar a automedicação e abandonar o cigarro. Além disso, é fundamental conhecer o histórico familiar.

 

 

Fonte: São Paulo - Governo do Estado. "Saiba quais os riscos e cuidados com a trombose". Por Portal do Governo. Conteúdo Editado. Autorizado sob licença CC BY-ND 3.0 BR.

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez
Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post