Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva

Quando é necessário um implante de CDI (Cardiodesfibrilador Implantável)?

Quando é necessário um implante de CDI (Cardiodesfibrilador Implantável)?

Apesar da facilidade de colocação, cada caso é um caso e precisa ser sempre bem investigado e avaliado.

O Cardiodesfibrilador Implantável (CDI) é da família do marcapasso. É um desfibrilador subcutâneo para pacientes que têm uma doença cardíaca de base, que cause arritmias cardíacas, e que é implantado abaixo da clavícula.

 

Quando o paciente apresenta Taquicardia, o CDI inicia o programa de reversão. Dependendo da gravidade da arritmia, o CDI pode aplicar estímulos de baixa ou alta energia, corrigindo-a imediatamente. Quando o coração fica lento, o CDI funciona como se fosse um marcapasso convencional, corrigindo a Bradicardia.

 

Esse tipo de implante é mais comum do que se imagina e o procedimento é muito simples. O implante do aparelho é realizado apenas com um corte, sem a necessidade de abrir o peito. O paciente recebe alta hospitalar em um período de 48 a 72 horas após a cirurgia.

 

Apesar da facilidade de colocação, cada caso é um caso e precisa ser sempre bem investigado e avaliado.

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez

Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post