Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva

Marcapasso Cardíaco: um aliado do ritmo do seu coração.

Marcapasso Cardíaco: um aliado do ritmo do seu coração.

Realizar avaliações regularmente é de fundamental importância para portadores de marcapasso.

O dispositivo conhecido como marcapasso é um aparelho implantado em pessoas portadoras de diversas doenças cardíacas. Sua principal função é a de analisar e reparar falhas no ritmo cardíaco. Significa que o dispositivo estará preparado para aumentar ou diminuir a frequência cardíaca.

 

As duas terapias básicas existentes de estimulação cardíaca artificial são:

    • Anti-bradicardia: para pessoas que apresentam frequência cardíaca baixa;
    • Anti-taquicardia: para pessoas que apresentam frequência cardíaca elevada.

 

 

Tipos de marcapasso:

 

Após a análise de caso de cada paciente, pode-se optar pelo marcapasso temporário ou pelo definitivo. O dispositivo também pode ser categorizado pelas suas características técnicas, como, cabo, tipo de bateria, modo de estimulação e frequência da estimulação.

 

 

Como esse dispositivo funciona e como é a cirurgia?

 

O marcapasso é um simples dispositivo que envia estímulos elétricos para o coração, com a finalidade de ajuda-lo a alcançar uma frequência cardíaca estável. Para o procedimento cirúrgico, que tem duração média de uma hora, pode-se fazer uso, em alguns casos, de anestesia local. Após a cirurgia, geralmente libera-se o paciente no dia seguinte pela manhã ou dependendo da situação, no mesmo dia.

 

Na realização do procedimento de implante do marcapasso sob a pele, conecta-se dois eletrodos ao coração que estão ligados ao gerador. Este, tem por finalidade, mensurar a frequência cardíaca e emitir estímulos para acelerar o coração, no momento que detecta uma bradicardia, tornando regularizada.

 

Para que se possa dar alta hospitalar, é feita uma análise completa e computadorizada do marcapasso para a obtenção de um ponto basal após o procedimento de implante. Então, são indicadas certas recomendações referentes aos cuidados, controle clínico e pós-operatório do procedimento de implante.

 

 

Como é feito o acompanhamento e as revisões?

 

As revisões do dispositivo, que são necessárias após o procedimento de implante, tem a finalidade de detectar e alinhar possíveis falhas. Elas não causam dor, pois, não são invasivas, isto é, são feitas externamente ao corpo.

 

Tenha em mente a importância de agendar consultas de acompanhamento após implante, com o intuito de monitorar e detectar qualquer anomalia ou problema de forma precoce. As consultas devem ser agendadas a cada 3 a 12 meses com base no tipo de marcapasso e em como está funcionando.

 

 

Fique atento aos cuidados necessários:

 

Os pacientes implantados com marcapasso não devem fazer exames de ressonância magnética nuclear e bioimpedância. Também é muito importante evitar detectores de metais e dispositivos antifurtos em estabelecimentos comerciais.

 

Para que providências possam ser tomadas em situações adversas, as pessoas que utilizam marcapasso devem sempre ter em mãos um documento de identificação e também todos os dados possíveis sobre o dispositivo que está implantado, bem como, informações de contato do médico responsável pela supervisão do paciente e do equipamento.

 

 

Um abraço para todos.

Dr. Rodrigo Paez | Cardiovascular | CRM-SP: 94060

Cirurgia Geral - RQE Nº. 22272

Cirurgia Cardiovascular - RQE Nº. 22273

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez

Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post