Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva
Você sabe para que serve o Ultrassom das Carótidas?
Você sabe para que serve o Ultrassom das Carótidas?

O Ultrassom das Carótidas é um exame simples e indolor, que avalia o interior das artérias carótidas.

O ultrassom das carótidas é um exame fácil e indolor que ajuda a avaliar o interior das artérias carótidas que passam pela lateral do pescoço e transportam o oxigênio para o cérebro.

 

Quando existem problemas de saúde, como colesterol alto ou pressão alta, essas artérias podem ir acumulando gordura nas suas paredes, que vão estreitando o seu interior e diminuindo a quantidade de sangue que passa para o cérebro. Além disso, essas pequenas placas de gordura também podem romper, formando um coágulo que pode ser transportado até ao cérebro e provocar um AVC.

 

Dessa forma, este exame é muito utilizado para avaliar o risco de desenvolver um AVC e, caso seja muito elevado, iniciar o tratamento adequado para melhorar o fluxo de sangue.

 

Quem deve fazer o exame

 

Este tipo de exame está recomendado para avaliar o risco de AVC em pacientes com:

 

    • Hipertensão arterial;

    • Diabetes;

    • Colesterol alto;

    • Histórico familiar de AVC ou doença cardíaca;

    • Doença coronária.

 

Além disso, quando o cardiologista descobre sons anormais na carótida durante um exame de rotina com o estétoscópio, por exemplo, também pode recomendar o exame para avaliar se existe alguma alteração no fluxo de sangue.

 

Como é feito o exame

 

O exame é bastante simples, sendo apenas necessário ficar deitado numa maca enquanto o técnico passa o aparelho de ultrassom pelas laterais do pescoço. Para melhorar a imagem do aparelho pode ainda ser necessário aplicar um pouco de gel na pele, para evitar bolhas de ar e permitir que o aparelho toque completamente na pele.

 

Caso não esteja sendo possível obter uma imagem nítida, o técnico pode ainda pedir para deitar de lado ou alterar a posição do corpo, para melhorar o fluxo de sangue, por exemplo.

 

Assim, além de usar roupa confortável, não é necessário fazer qualquer tipo de preparação antes do ultrassom.

 

Resultados do exame

 

O resultado do exame deve ser avaliado pelo médico e, caso seja considerado que existe risco de desenvolver um AVC, podem ser recomendados alguns cuidados ou tratamentos, como:

 

    • Fazer uma alimentação saudável e equilibrada;

    • Fazer exercício físico, pelo menos, 3 vezes por semana;

    • Não fumar e evitar locais com muita fumaça;

    • Tomar remédios para baixar a pressão arterial;

    • Usar remédios para reduzir os níveis de colesterol;

    • Tomar remédios para evitar a formação de coágulos.

 

Além disso, quando uma das artérias está muito fechada e, por isso, o risco de AVC é muito elevado, o médico pode ainda recomendar a cirurgia para retirar a placa de gordura da parede da artéria ou para colocar uma pequena rede no interior da artéria, que impede que ela feche.

 

Após estas cirurgias, pode ser necessário voltar a repetir o exame do ultrassom das carótidas para garantir que o problema já foi resolvido corretamente.

 

 

Fonte: Tua Saúde. "Para que serve o ultrassom da carótida".

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez
Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post