Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva
O que é Parada Cardíaca?
O que é Parada Cardíaca?

Quais são as causas, efeitos, principais características, diagnósticos e tratamentos.

Parada cardíaca é a situação em que o coração deixa de bater ou passa a bater muito lenta ou irregularmente, de forma insuficiente. Ela é sempre uma situação de emergência que pode levar à morte em poucos minutos, se não for tratada rapidamente.

 


Quais são as causas da parada cardíaca?

 

O coração pode parar de bater ou só bater insuficientemente devido a:

 

    • Choque elétrico;
    • Choque hipovolêmico;
    • Envenenamento;
    • Doença cardíaca como infarto do miocárdio, arritmia, dissecção de aorta, tamponamento cardíaco, insuficiência cardíaca, bloqueio de ramo;
    • Acidente vascular cerebral;
    • Insuficiência respiratória;
    • Afogamento.

 

Estão sob maior risco de terem uma parada cardíaca os indivíduos com problemas cardíacos, doenças pulmonares crônicas, fumantes, diabéticos, obesos, pessoas com colesterol alto, com triglicerídeos elevados e pessoas com hábitos de vida pouco saudáveis e alimentação inadequada.

 


Quais são os efeitos da parada cardíaca?

 

O coração é a bomba que impulsiona o sangue para circular nas artérias e chegar aos órgãos periféricos. Se essa bomba para de funcionar ou só funciona muito precariamente, esses órgãos não recebem o oxigênio e nutrientes de que precisam e entram em sofrimento. O primeiro órgão a reagir assim é o cérebro. O indivíduo entra em coma e morre logo depois, se a parada cardíaca não for revertida rapidamente, restabelecendo o fluxo sanguíneo.

 


Quais são as principais características clínicas da parada cardíaca?

 

A pessoa com parada cardíaca sofre desmaio, para de respirar e passa a não ter pulsação das artérias. A parada cardíaca pode ocorrer de forma súbita, sem aviso prévio, ou ser precedida por cansaço, desmaios, tonteiras, dores no peito, falta de ar, palpitações ou vômitos.

 


Como o médico diagnostica a parada cardíaca?

 

Para se constatar clinicamente se há uma parada cardíaca deve-se verificar, através dos pulsos, se o coração está ou não batendo. Geralmente, o pulso mais accessível e mais facilmente indicativo é aquele tomado nas artérias carótidas, colocando-se a mão no pescoço do paciente, próximo à sua garganta.

 

Quando auscultado com um estetoscópio, não aparecerão os sons típicos das contrações e dilatações cardíacas. Se o paciente estiver sendo monitorado por um eletrocardiograma, o traçado do exame mostrará inequívocos sinais da parada cardíaca. Também o ecocardiograma mostrará uma falta de movimentação do coração.

 


Como o médico trata a parada cardíaca?

 

O tratamento inicial para a parada cardíaca consiste em fazer o coração voltar a bater o mais rápido possível. Isso pode ser conseguido através da massagem cardíaca e/ou através do uso de um aparelho chamado desfibrilador.

 

Quando o coração volta a bater, é preciso fazer exames que evidenciem a causa da parada cardíaca, para que, assim, possa ser tratada e evitada a repetição da parada cardíaca. Em alguns casos, pode ser necessário o implante de um marcapasso ou até mesmo um desfibrilador implantável (pequenos aparelhos que diminuem ou revertem a parada cardíaca).

 


Como evolui a parada cardíaca?

 

Se não puder ser rapidamente revertida, a parada cardíaca leva à morte dentro de 8 a 10 minutos.

 


Como prevenir a parada cardíaca?

 

Para diminuir a chance de sofrer uma parada cardíaca, é necessário que o indivíduo tome regularmente os medicamentos para o coração, caso tenha necessidade de usar algum deles, tenha um estilo de vida saudável e evite o estresse.

 


Quais são as complicações possíveis da parada cardíaca?

 

Se for revertida em curtíssimo prazo, a parada cardíaca pode não deixar sequelas. Se durar um tempo maior, deixará sequelas neurológicas ou, ainda, causará a morte.

 


Fonte: AbcMed, 2019. "Parada cardíaca". Autorizado sob licença CC BY-ND 3.0 BR.

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez
Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post