Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva
Filhos de mães fumantes têm maior risco de pressão alta.
Filhos de mães fumantes têm maior risco de pressão alta.

Estudo concluiu que as mães que fumam agravam o risco de pressão arterial alta nos filhos.

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), norte de Portugal, concluiu que as mães que fumam agravam o risco de pressão arterial alta nos filhos, sendo este efeito logo visível aos quatro anos de idade.

 

Os autores do estudo, publicado na revista Nicotine & Tobacco Research, defendem que as mulheres devem deixar de fumar antes de engravidarem, destacando que a pressão arterial sistólica alta está associada ao risco de doenças cardiovasculares. A pesquisa envolveu 4.295 crianças nascidas em cinco maternidades da Área Metropolitana do Porto, pertencentes à Geração 21 (projeto de pesquisa que acompanha mais oito mil crianças da cidade do Porto, desde o nascimento). O estudo examinou a associação entre o tabagismo materno (antes e durante a gravidez e quatro anos após o parto) e a pressão arterial das crianças, tendo sido avaliadas ao nascimento e aos quatro anos. Observou-se que os filhos de mães que fumavam apresentavam níveis de pressão arterial sistólica mais elevados.

 

Os resultados mostram que os filhos das mães que fumaram apresentam um percentual de pressão arterial sistólica superior e que mais de 22% já têm, aos quatro anos, uma pressão arterial sistólica considerada elevada.

 

 

Fonte: Ciberia. "Filhos de mães fumantes têm maior risco de pressão alta". https://goo.gl/84uHNm

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez
Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post