Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

Publicações

Notícias e artigos sobre saúde, bem-estar, tratamentos cardiovasculares e medicina preventiva
Dia Mundial do Diabetes e do seu coração.
Dia Mundial do Diabetes e do seu coração.

Um dia que serve para alertar, conscientizar e mostrar que é possível controlar a doença.

O diabetes é uma doença crônica provocada pelo mal funcionamento do pâncreas, que deixa de produzir insulina em quantidade suficiente ou quando o corpo não consegue efetivamente absorver a insulina que produz, o que aumenta a concentração de glicose no sangue (hiperglicemia).

 

O diabetes tipo 1 se caracteriza pela ausência de produção de insulina. Os sintomas podem aparecer abruptamente e incluem excesso de excreção de urina, sede, fome constante, perda de peso, alterações na visão e fadiga.

 

O diabetes tipo 2 é provocado pelo uso ineficiente da insulina e geralmente resulta de excesso de peso e sedentarismo. Os sintomas podem ser similares aos do diabetes tipo 1, mas geralmente são menos marcantes. Por essa razão, muitos casos são diagnosticados em estágio mais avançado, quando as complicações já começam a aparecer. Até recentemente, a doença era identificada apenas em adultos, mas já há muitos casos entre crianças.

 

Controlar o diabetes exige boa alimentação, exercícios físicos, hábitos saudáveis, disciplina e, principalmente, Educação em Diabetes. Conhecer mais e sempre sobre a doença não é somente parte do tratamento diabetes, é o próprio tratamento. Aliando-se esses fatores, é possível combater, por exemplo, o excesso de peso e o sedentarismo, que são as principais causas do diabetes tipo 2. De acordo com a Federação Internacional do Diabetes, existem hoje 440 milhões de pessoas com diabetes no mundo e 5 mil novos casos são diagnosticados por ano.

 

O diabetes é uma das maiores causas de cegueira, de insuficiência renal, além de aumentar em até quatro vezes o risco de doenças cardiovasculares. A doença faz do sistema cardiovascular um dos seus principais “alvos” de ataque. O risco surge com a alta concentração de glicose no sangue. Acumulada, a substância provoca a formação de placas de gorduras capazes de entupir vasos sanguíneos ligados ao coração e outros órgãos do corpo. O resultado pode ser um infarto ou angina. É o processo chamado de aterosclerose, que é muito mais intenso e acelerado em pessoas com diabetes. Com o endurecimento dos vasos sanguíneos, ocorrem alterações na pressão arterial, nos níveis de colesterol, problemas renais e outros problemas de saúde.

 

Ter diabetes não é uma condenação para doenças cardiovasculares. Com um controle rígido, é possível afastar riscos. Para isso, é preciso ter uma alimentação saudável, exercício físico adequado e uso correto de medicação.

 

Vamos agir contra o diabetes. Todos os dias!

 

PS: Todos os portadores de diabetes devem ter acesso a um tratamento digno.

 

Para conhecer mais, acesse:

• Sociedade Brasileira de Diabetes: http://www.diabetes.org.br

• Associação Nacional de Atenção do Diabetes: http://www.anad.org.br

• Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - SBEM: https://www.endocrino.org.br

• ADJ Diabetes Brasil: http://www.adj.org.br

 

Fonte: Faculdade de Medicina da UFMG - Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e EBC - Empresa Brasil de Comunicação.

"O conteúdo disponível neste website tem caráter estritamente educativo e informativo. Seus artigos, matérias e notícias visam fornecer informações que possam auxiliar no esclarecimento de dúvidas em relação às medidas preventivas para saúde, exames diagnósticos, tratamentos e a problemas diversos relacionados com a saúde. Não é finalidade deste website, representando o médico Dr. Rodrigo Pereira Paez, a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico. Os conteúdos aqui apresentados não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, psicólogos e nutricionistas ou outros especialistas. Consulte sempre o seu médico. As imagens fotográficas das publicações, artigos, matérias ou notícias são meramente ilustrativas."

Rodrigo Paez
Rodrigo Paez

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - Escola Paulista de Medicina e especialista em Cirurgia Cardíaca, Cardiovascular, Endovascular e Marcapassos. Adepto da cirurgia cardíaca minimamente invasiva é pesquisador do estudo multicêntrico Bypass, que reune os melhores centros de cirurgia cardíaca do Brasil.

  • Compartilhe este post